Evelyn Machado e Dyovana Silva



O jovem atleta butiaense, Evelyn Machado, muito cedo, pois pratica esportes desde os 4 anos, sentiu as dificuldades que precisaria superar. Primeiro foi o preconceito, por ser a única menina entre dezenas de meninos que praticavam o futsal.

 

Mesmo enfrentando meninos, Evelyn nunca se intimidou, ou se deixou abalar por comentários preconceituosos, e muitas vezes, a tentativa de diminuir seu potencial, simplesmente por ser menina. O futsal, modalidade onde a grande maioria dos praticantes são homens, as mulheres precisam driblar desconfianças e não raras vezes atitudes machistas.

Filha da professora Fabiane – Educação Física -, sempre demonstrou “folego”, para seguir o caminho que tinha traçado, desde muito cedo. Queria jogar futsal. Iniciou no Ginásio Municipal Gastão Hoff, depois participou de competições no Ginásio do Butiá Tênis Clube, em Arroio dos Ratos e atualmente defende a equipe Lendas do Amanhã de Eldorado do Sul.

Com 13 anos, Evelyn Machado e Dyovana Silva, ambas Butianses, foram convocadas pelo o time de Eldorado do Sul, para participar da primeira edição das disputas de desenvolvimento nacional do futsal feminino. A Liga tem como objetivo um espaço maior nas competições de Futsal e como prioridade a formação desde cedo das atletas, projetando o futuro do Futsal Feminino Brasileiro, neste espaço Inédito para as categorias de base em nível nacional.

Como sempre fez, desde os 4 anos, Evelyn que já driblou qualquer desconfiança com relação ao seu potencial, vai com certeza, mais uma vez mostrar sua força, garra e talento. Butiá e a região torcem por seu sucesso, que vai abrir as quadras para outras meninas, e mostrar que as meninas também podem dominar as quadras. Sucesso Evelyn e Dyovana.